Ser Pai

EM BUSCA DO PAI

Menino, com oito anos, saiu de casa para reencontrar seu pai, que não via há dois anos e meio.

Prezados pais e mães legais.

Neste final de semana (02/05/2003) vivenciei um acontecimento que não está noticiado em nenhum veículo de comunicação.

Trata-se do menino Paulo Sérgio Júnior (8 anos) que fugiu de casa em busca do pai que não via há cerca de 2 anos e meio.

Ontem (04/05), após se arrumar, colocar no bolso a carteira do colégio, 1 cartão telefônico com 1 unidade, assistir um vídeo na casa de um coleguinha, ele desapareceu.

A mãe, Dna Jane, ao perceber a demora do filho, saiu a sua procura, na casa da vizinha e ao redor da localidade onde mora (na Lapa - RJ).

Em casa ela encontrou o seguinte bilhete preso na geladeira "mãe, não se preocupe, volto em uma semana".

Após 3 horas de procura e espera, ela recebeu a noticia de sua localização. Ele havia chegado na casa de sua irmã (casada) em Nilópolis-RJ, que fica há cerca de 40 km de distância.

Ao ser questionado pela irmã, que já estava informada do seu desaparecimento, ele disse que havia tomado 2 conduções e que pretendia ver o pai (que mora próximo desse local), pois estava com saudades.

Afirmou ele que o pai era o único que o carregava no "colo", e que sentia falta disso.

Hoje (05/05) ele reencontrou o pai, aos risos e choros, após um longo período de afastamento provocado pela própria mãe.

NOTA: Esse menino nunca foi deixado solto na rua, pelo contrário, é criado dentro de um apartamento e sua convivência é exclusivamente com meninos do mesmo andar e com outros na escola. A mãe afastou o filho do pai por considerá-lo agressivo.

Tirem suas conclusões.

Abraços
José Carlos

Written by Jose Carlos.

Imprimir